Atrofia Óptica Bilateral (BOA) - Infantil

Atrofia Óptica Bilateral (BOA) - Infantil

É possível recuperar o Nervo Óptico - Olhos de Águia (Fevereiro 2019).

Anonim

NOMES ALTERNATIVOS
Atrofia Óptica Bilateral Infantil; Neuropatia Ótica Bilateral; Atrofia Óptica Bilateral Idiopática; Atrofia Óptica Congênita; Atrofia Óptica Bilateral Pediátrica

DESCRIÇÃO
Atrofia Óptica Bilateral (BOA) é uma condição que afeta o nervo óptico, que transporta impulsos do olho para o cérebro. As características da BOA envolvem déficits na visão central, dificuldades em distinguir o contraste, perda da acuidade visual e mudanças na cor e na estrutura do disco óptico. A BOA ocorre em ambos os olhos a partir do momento do nascimento e pode causar movimentos oculares rítmicos e involuntários (nistagmo). Este distúrbio pode ser causado por um número de doenças e condições, tais como tumores das vias visuais, hipóxia antes ou logo após o nascimento, trauma do nascimento, hidrocefalia, hereditariedade e doenças degenerativas. Muitas crianças com BOA podem ter outros problemas neurológicos, como convulsões, atrasos no desenvolvimento ou problemas motores.

TESTE DIAGNÓSTICO, CONSTATAÇÕES FÍSICAS E CODIFICAÇÃO DA CID-9-CM
Teste de diagnóstico: Neuroimagem, eletrorretinograma ou teste VER.

Achados físicos: Diminuição da acuidade visual, incapacidade de fixar e seguir ou reação anormal da pupila à luz; Evidências de nistagmo.

CID-9: 377.10

ONSET E PROGRESSÃO
BOA sintomas podem ocorrer de repente ou processar gradualmente, dependendo da causa. A acuidade visual pode variar de quase normal a cegueira.

TRATAMENTO
Não há cura para BOA. O tratamento é sintomático e baseado na causa primária desse distúrbio (isto é, tumores podem ser removidos cirurgicamente). "